Colunas
 
Rita de Cássia Souza Tabosa Freitas é advogada e professora de Filosofia.
Rita Freitas
 
11.11
Democracia

Entramos no início da década de 80 do século passado em mais um processo de redemocratização. Abalados com uma Lei de Anistia que perdoava a todos, indiscriminadamente, podemos assistir a uma triste realidade de não punição de torturadores e assassinos que executaram centenas de pessoas em nome de um regime político ditatorial. A verdade sobre o que de fato aconteceu nesses anos difíceis nunca vamos saber completamente, pois o relatório do Comitê de Memória e Verdade só foi publicado 25 anos depois do fim desse período difícil.

Hoje, assistimos a uma grande quantidade de pesquisadores se debruçarem sobre os dados desses estudos. Gente que estuda o impacto da ditadura não apenas sobre aqueles que lutaram diretamente contra ela, mas também sobre a população atingida de forma secundária ou cujos feitos foram avaliados como de menor importância. Podemos citar a perseguição a mulheres advogadas, os índices sobre a realidade da violência de gênero ou o impacto sobre a infância.

Uma população necessita conhecer a sua história para não repetir os erros de passado, por isso é inadmissível que as escolas não privilegiem o conteúdo da história brasileira demonstrando como somos herdeiros do nosso passado. Se hoje assistimos uma série de jovens clamando pela volta dos militares como forma de resolução de todos os nossos problemas isso se deve pela falta de conhecimento do que um regime ditatorial pode fazer.

O discurso daqueles que apregoam jargões e frases de efeito esquece do que realmente são as consequências da flexibilização de direitos e garantias constitucionais. Se hoje já temos índices de violência urbana que indicam a falência da nossa segurança pública, não teríamos decréscimo dessa realidade, mas só aumento. Se hoje temos dificuldades do exercício de uma verdadeira inclusão, ao pegarmos os dados do período do Regime Militar verificamos o fosso ainda maior entre os mais pobres e os mais ricos. Se a democracia é uma forma de governo injusta, imaginem abrirmos mão dela, pois ainda não fomos capazes de criar coisa melhor.

 
 
 
publicidade