Notícias
 
Cidade
 
09/09/2017
Comando Presente define mudanças em relação à Sulanca
 

Caso a proposta seja aprovada pela Prefeitura de Caruaru, nos meses de novembro e dezembro, a Feira Sulanca será realizada no período de dois dias

Pedro Augusto

O fluxo triplicado de pessoas circulando pelos setores do Parque 18 de Maio, no centro de Caruaru, só deverá ser observado mesmo no último bimestre do ano. Entretanto, o Comando Presente, juntamente com a Prefeitura, já vem se articulando para propiciar as melhores condições possíveis, tanto para quem vai comercializar como para quem vai consumir no local. Após consultar mais de 1.000 sulanqueiros na feira da segunda (4) e ainda promover assembleia com a participação também de feirantes, na terça (5), na sede do Sindloja, no Bairro São Francisco, a Associação dos Sulanqueiros de Caruaru, que possui cadeira fixa no Comando, identificou que a categoria a qual representa deseja a realização da Sulanca no período de dois dias durante os meses de novembro e dezembro.

Em reunião promovida na manhã da última quarta-feira (6), também na sede do Sindloja, os integrantes do Comando Presente definiram as propostas que serão repassadas à prefeita Raquel Lyra. Serão elas: realização da Feira da Sulanca nos dias 26 e 27 de novembro, 3 e 4, 10 e 11, 17 e 18, além de 24 de dezembro; horário de execução de atividades (compra e venda de produtos) se estendendo das 5h até as 13h; aumento nos quantitativos de efetivos lançados pelas polícias Civil e Militar para garantir a segurança do local; atuação redobrada de equipes da Destra para possibilitar uma maior fluidez do trânsito no entorno do Parque 18 de Maio, além do acréscimo no montante de fiscais da PMC com operação em todos os setores do Parque.

Conforme ressaltou a gerente de Feiras e Mercados de Caruaru, Jéssica Silva, agora as medidas serão avaliadas pela gestão municipal. Para isso, será elaborado um plano de ação de autoria do Comando Presente. "Tudo que foi definido na reunião desta semana será levado para a prefeita Raquel, que analisará todas as propostas, e se posicionará dando o aval ou não em relação às mesmas. Tão logo esse processo seja encerrado, poderemos montar o nosso plano estratégico para contribuirmos para com o bom andamento das atividades da feira durante as vendas de fim de ano. A intenção da Prefeitura de Caruaru, juntamente com os demais órgãos integrantes do Comando Presente, é garantir o sucesso do Parque 18 de Maio, em todos os aspectos", pontuou Jéssica.

Também presente na reunião, o representante da polícia Militar, capitão Farias Junior, se mostrou propenso às execuções das medidas, porém não deixou de chamar a atenção para as limitações de sua corporação. "Orientamos aos demais componentes do Comando Presente que enviem o planejamento estratégico, bem como ainda atuem na liberação de recursos, juntamente com o Governo do Estado, para garantir o reforço no quantitativo de policiais empregados, haja vista que sozinho o 4º BPM não possui estrutura para dar conta da segurança da feira no período de dois dias. Caso essas demandas sejam atendidas, conseguiremos dar conta de todas as ocorrências", explicou Farias Junior.

De acordo com o presidente da Associação dos Sulanqueiros de Caruaru, Pedro Moura, a extensão das atividades da Feira da Sulanca se faz necessária devido à concorrência alta do Parque das Feiras, em Toritama, e do Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe. "Precisamos nos adequar e não ficarmos para trás, haja vista que esses dois municípios circunvizinhos vêm realizando as suas feiras aos domingos e os compradores têm passado direto, quando chegam a Caruaru. Não tenho dúvidas de que esse alargamento no período de realização da Sulanca possibilitará um volume maior de vendas para os nossos feirantes. Será importantíssima esta mudança, até porque o país ainda segue em crise e todo estímulo à comercialização é sempre muito bem-vindo!", destacou Pedro.

O incremento na data da feira, caso seja concretizado, também estará em sintonia, pelo menos em dezembro, com a abertura estendida das lojas do comércio de Caruaru. "É sabido que, principalmente no mês de dezembro, as lojas da 15 de Novembro, Duque de Caixas, ou seja, do Centro, costumam abrir também aos domingos para atender a extensa demanda que é observada à procura de mercadorias. Desta forma, a Sulanca estará ainda mais alinhada com os demais empreendimentos varejistas da cidade. Tudo será muito bem divulgado na mídia para que os clientes da Feira da Sulanca fiquem por dentro dos dias e horários a serem praticados durante os meses de novembro e dezembro", comentou o presidente do Comando Presente e vice-presidente do Sindloja, Marcílio Sales.

A próxima reunião será no próximo dia 20, no mesmo local.

 
 
 
 
publicidade