Notícias
 
Política
 
09/09/2017
Pernambuco de Verdade visitou obras inacabadas
 

Os deputados estaduais, que são oposição ao Governo do Estado, estiveram reunidos também com lideranças políticas, empresariais e com a imprensa

Wagner Gil

Na última segunda-feira (4), os deputados estaduais da oposição estiveram em Caruaru para participar da caravana ‘Pernambuco de Verdade'. O objetivo foi monitorar, fiscalizar e cobrar promessas de campanhas e obras inacabadas executadas pelo Governo do Estado. A visita teve início na Rádio Caruaru FM, com uma entrevista de uma hora no programa Jornal VANGUARDA, que vai ao ar de segunda a sexta, das 7h às 8h.

Estiveram presentes na emissora o líder do bloco, Sílvio Costa Filho (PRB), bem como Júlio Cavalcanti (PTB), Augusto César (PTB), José Humberto Cavalcanti (PTB), Joel da Harpa (PTN), Socorro Pimentel (PSL) e Priscila Krause (DEM). "Essa caravana chega aqui para mostrar à sociedade o verdadeiro Pernambuco. Não aquele Estado maquiado e que esconde suas principais dificuldades. Estamos gerando menos emprego, a violência está disparada e, quando você olha no Palácio do Campo das Princesas, vê um governador sem liderança. Um Estado sem reação aos principais problemas que enfrenta", disse Socorro Pimentel, que representa a região do Araripe, onde está localizado o polo gesseiro.

Líder do bloco de oposição, Sílvio Costa Filho disse que Caruaru ‘estava esquecida' pelo atual governador Paulo Câmara (PSB). Ele também criticou a falta de liderança e a perda de espaço do Estado nos últimos três anos. "Hoje Pernambuco é responsável por 1% dos homicídios que acontecem no mundo. O Pacto pela Vida fracassou e você não vê reação. A situação é muito preocupante e, quando chegamos aqui no Interior, parece que as coisas não mudam. Pela importância que Caruaru tem para o Estado e o Nordeste de forma geral, merecia uma atenção especial do governador", afirmou.

Falando de segurança, o deputado Joel da Harpa disse que as medidas tomadas para o enfrentamento à violência não estão surtindo resultado por uma série de fatores, entre eles a falta de diálogo com quem combate a violência. "Nós temos ainda uma tropa que trabalha com os coletes vencidos e sem motivação, pois seu armamento é superado e não existe treinamento e nem capacitação", afirmou Joel. Ele também falou que estava sendo perseguido pelo governador, que mandou publicar sua exoneração. "Foi mais um ato de covardia com quem defende uma classe. Não fui o primeiro a passar por isso, mas tenho certeza que consigo reverter na Justiça", completou.


VISITAS

Na agenda de visitas dos deputados estiveram unidades de saúde, de segurança e algumas obras inacabadas. "Nós encontramos aqui um Hospital da Mulher que não foi concluído, apesar de ter sido entregue a esse governador com mais de 80% das obras concluídas. No Hospital Regional do Agreste, a situação é caótica, muito caótica, e aquela unidade deveria ser modelo, pois atende até pessoas de minha região", disse Socorro Pimentel.

Eles também foram recebidos pela prefeita Raquel Lyra (PSDB), para uma reunião administrativa e uma visita ao 4º Batalhão de Polícia Militar. No segundo turno da campanha eleitoral no ano passado, o governador prometeu no guia eleitoral que se, Tony Gel vencesse as eleições, ele deixaria do 4º BPM só para atender a Capital do Agreste. "Hoje, Caruaru é a terceira cidade do Estado que tem mais registros de crimes contra o patrimônio. De janeiro a julho foram mais de cinco mil ocorrências, mais do que em todo o ano de 2015", comparou o deputado Sílvio Costa Filho.

A prefeita também falou da alta violência na cidade. "Quando falamos em homicídios, estamos no topo da lista das cidades mais violentas do mundo", afirmou. "O 4ºBPM trabalha hoje com cerca de 600 homens, quando descontamos os que estão de férias, licenciados ou afastados. Enquanto o necessário para atender os 14 municípios seria de 925 policiais", argumentou o deputado Joel da Harpa.

 

 
 
 
 
publicidade