Notícias
 
Política
 
13/01/2018
Caixa tira dúvidas de empréstimo de R$ 83 mi
 

O Finisa é uma linha de crédito voltada para prefeituras, exclusivamente, para investimentos em requalificação, construção, pavimentação e outros tipos de infraestrutura

Wagner Gil

Com o objetivo de esclarecer dúvidas e apresentar uma nova linha de crédito para municípios, o Escritório de Negócios da Caixa Econômica em Caruaru realizou, na última quarta-feira (11), um encontro com técnicos da estatal, secretários municipais, vereadores, além da prefeita Raquel Lyra (PSDB). O foco foi detalhar o programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), para o qual a Prefeitura de Caruaru foi selecionada, no mês de dezembro de 2017. Das 184 cidades de Pernambuco, apenas 22 passaram na primeira e apenas sete foram contempladas, com a Capital do Agreste estando entre elas.

A superintendente regional da Caixa, Simone Benevides, foi quem apresentou o programa e as condições para os municípios contemplados. "O Finisa é uma linha de crédito voltada, exclusivamente, para investimentos em requalificação, construção, pavimentação e outros tipos de serviços de infraestrutura. O dinheiro não pode, por exemplo, ser usado para o pagamento de dívidas", explicou. Ela respondeu ainda a pergunta de vereadores.

Durante o encontro, Raquel Lyra detalhou onde a cidade pretende investir o montante de R$ 83 milhões. "São R$ 11 milhões para pavimentação e recapeamento de vias do município; R$ 14 milhões para a implementação do projeto urbanístico da Via Parque, que vai privilegiar bairros cortados pela via férrea; R$ 4,5 milhões para a requalificação do centro comercial da cidade; R$ 13 milhões para drenagem de canais e córregos e R$ 15 milhões para a infraestrutura de feiras e mercados públicos, entre outros", explicou.

No final, a tucana falou com a imprensa. "Foi uma grande oportunidade que a Caixa nos proporcionou para fazer um esclarecimento sobre a linha de crédito e como os 83 milhões de reais que nós estamos tentando investir no município devem ser gastos", disse Raquel, para completar: "A liberação desse dinheiro, diretamente ligado a obras de infraestrutura, tem apoio e controle da Caixa e não vem num cheque em branco para ser gasto como quisermos. Contamos com a compreensão dos nossos vereadores, agora com todas as dúvidas esclarecidas, para que esse projeto seja realidade em nosso município e as melhorias que tanto queremos cheguem à periferia", afirmou.

O presidente da Câmara, Lula Torres (PDT), disse que essa linha de crédito surge em um momento que os municípios fazem buscas desesperadas por recursos. Prefeitos querem investir em infraestrutura, mas são barrados por uma série de fatores, que vão desde a conclusão de projetos à situação em que se encontra o município na Secretaria do Tesouro Nacional.

O exemplo disso está no próprio Estado, onde apenas sete cidades conseguiram chegar à fase final do Finisa. "Temos mais uma oportunidade de ajudar no desenvolvimento de Caruaru. Os vereadores mostraram compromisso e muitos deixaram o Litoral para ouvir essa palestra da superintendente da Caixa", disse Lula Torres.

Para o vereador Ranilson Enfermeiro (PDT), um esclarecimento como esse foi imprescindível para tirar as dúvidas dos parlamentares. "Agora, podemos esclarecer à população do que se trata o projeto, o que se torna mais fácil para sua aprovação, já que agora a gente sabe exatamente onde será investido o dinheiro", pontuou.

O projeto de financiamento pela Caixa, no valor de R$ 83 milhões, deve ser enviado à Câmara na próxima semana para uma nova votação em sessão extraordinária. Participaram da reunião os vereadores Lula Torres, Leonardo Chaves (PDT), Bruno Lambreta (PDT), Ranilson Enfermeiro (PDT), Galego de Lajes (PSD), Pierson Leite (PSD), Ricardo Liberato (PDT), Heleno Oscar (PEN), Tafarel (PRP) e Edjailson da Caruforró (PRTB). Os demais enviaram representantes.

 
 
 
 
publicidade